sábado, abril 01, 2006

Meu sonho, sonho mau...

Nunca gostei muito de ter pesadelos, mas sempre achei piada ao acordar sobressaltado e ao berro que muitas vezes nos salva do perigo. No entanto, na maior parte das vezes, os meus pesadelos ocorrem quando não me consigo mexer, falar e muito menos gritar, e por isso quase não consigo distinguir se acordo porque gritei, se gritei depois de acordar, de qualquer forma, é sempre a expressão do alívio de voltar a ter controlo sobre os meus movimentos e as minhas cordas vocais. Porque embora digam que os sonhos são nossos e somos nós que os comandamos, para mim, o pior pesadelo é aquele em que nem sequer me consigo controlar.


PS: Já agora, pesadelo:
agitação ou opressão que se dá durante o sono, em resultado de sonhos aflitivos; mau sonho.

2 Comments:

At 8:38 da tarde, Blogger Diana said...

"Nunca gostei muito de ter pesadelos" - sempre apreciei momentos vocabulares em que as pessoas dizem coisas óbvias, como se fossem aspectos distintivos da sua personalidade. Tipo: Eu, Adriana, apesar do mundo, nunca gostei muito de ter pesadelos!

Brilhante.

 
At 8:43 da tarde, Blogger Adriana said...

eu n tenho personalidd, é esse o gd aspecto distintivo

 

Enviar um comentário

<< Home