sexta-feira, dezembro 02, 2005

Sobre a psicologia: coisas que eu não fazia ideia

É o que dá por os pés dentro de uma biblioteca. Principalmente é o que dá por os pés fora de casa. Por causa disso posso agora aumentar o meu conhecimento da psicologia, ou pelo menos dos seus efeitos. Continuando uma linha de posts interrogativos sobre a área na qual me formei (o último continha a maravilhosa questão existencial da psicologia ser cultura ou lazer), apresento aqui uma pequena citação de um livro sobre gestão administrativa:

"Os psicólogos não são os únicos culpados de introduzir uma profusão de linguagem técnica no mundo dos negócios..."

Não continuo a frase porque obviamente a pertinência acaba aqui, até porque não fiquei a saber quem eram os outros "culpados".
Ora eu não sabia disto. Acho engraçado queixarem-se de profusão de linguagem técnica no mundo dos negócios, mais do que isso, atribuirem-lhe culpados. Todos os dias aprendo uma coisa nova. Há dias em que é mais do que uma. Hoje fiquei a saber que a psicologia, marota, anda a meter linguagem técnica onde ela não é chamada, no mundo dos negócios. Pode ser que ainda aprenda mais qualquer coisita hoje, o dia ainda não acabou.

2 Comments:

At 9:59 da tarde, Blogger Diana said...

Antes dessa porca dessa tal de psicologia (e nem me digno a escrever o nome com maiúsculas) chegar e violar o "mundo dos negócios"*, a linguagem era assim:
- "Opá, queres?"
- "ya, tá-se, negócio fechado... na boa..."

* gostava que me explicassem que raio de merda é esta.

 
At 10:41 da tarde, Blogger Adriana said...

De certeza que nessa altura não havia equívocos nem mal entendidos, toda a gente se dava bem. tss tss

 

Enviar um comentário

<< Home