quinta-feira, setembro 15, 2005

ser ou não ser má

Quando se trata de explicar, da maneira mais eficaz possível, que simplesmente, não se está interessado em determinada coisa ou pessoa, é melhor ser-se boa ou ser-se má?


Vistas bem as coisas, ser má tem as suas vantagens.

Nem que seja só uma vez na vida, temos o poder d negar alguma coisa alguém, temos o poder d esfregar a cara dessa pessoa na nossa recusa.
Para além disso, n há praticamente hipótese nenhuma de s ser mal percebido, o objectivo da malvadez em si anula a incompreensão. Só somos eficazmente maus s nos compreenderem.


Por outro lado ser boa (não fisicamente) também tem o seu lado positivo.

De certeza q não gostavamos q nos tratassem da mm forma.
E magoar gratuitamente alguém quando não nos fizeram mal algum, não é exactamente correcto. Ainda mais se se tratar de alguém que gostamos.


Conclusão
- ser má: faz bem ao ego
- ser boa (não fisicamente): faz bem aos outros

tick tack tick tack

Fica ao critério de cada um.



PS: Xeira-m q há mt mais vantagens pra cada um dos lados, principalmente para o primeiro, mas por questões de comprimento ficam só dois de cada.

5 Comments:

At 11:56 da tarde, Anonymous Anónimo said...

Most Bloggers Not 'Wannabe Journalists'
A new AOL survey of bloggers shows they aren't necessarily wannabe journalists, or people out to break news or get noticed by the public.
I have a retail management software site/blog. It revolves around retail management software related news and
information. Come and check it out if you get time :-)

 
At 12:09 da manhã, Blogger Diana said...

Ser-se mau é um privilégio perverso (como n podia deixar de ser) e uma arte... principalmente se for malvadez involuntariamente dirigida a quem gostamos. Muito.

 
At 12:21 da manhã, Blogger Adriana said...

há uma diferença entre ser-s mau e, simplesmente, ser-se ingénuo :)

 
At 1:38 da manhã, Blogger Diana said...

tu axas mm q eu n sou má, n axas?

 
At 1:52 da manhã, Blogger Adriana said...

opá, tenho as minhas dúvidas

 

Enviar um comentário

<< Home