domingo, julho 17, 2005

Pessoas que falam perto de mais


Irrita-me profundamente aquele tipo específico de pessoa, que para falar com o seu semelhante, precisa, nada mais nada menos, do que se colocar a uma distância inferior a dez centímetros da face oposta. Sempre poderia colocar a hipótese de estarmos a falar de uma alma caridosa e perspicaz, capaz de "adivinhar" os problemas de audição do outro. Mas não, porque mesmo a esta distância, continua a berrar como se se encontrasse, por exemplo, do outro lado de uma auto-estrada.
Vejam bem, o problema aqui não é a proximidade física do outro. Trata-se, sim, daquelas situações, em que uma pequena aragem provocada, por exemplo, por um camião que passa, é capaz, literalmente, de nos empurrar para cima do indivíduo que, insistentemente, nos toca no braço, como quem "Tás-me a ouvir? Olha p'ra mim!", mesmo quando este sabe perfeitamente que o nosso sentido visão se encontra, directamente, na rota de colisão com o dele.
Agora imaginem que o indivíduo que apresenta estas características se esqueceu de lavar os dentes de manhã, ou então ontem, quando se foi deitar, ou então, por mais que lave os dentes regularmente, pura e simplesmente, tem mau-hálito!

Pode haver quem goste de conversar com os narizes colados. Eu não. Até porque não consigo ver, na sua totalidade, a expressão facial de com quem estou a falar. E, acreditem, não há nada como observar o efeito que as nossas palavras têm no outro.


PS: Esta é outra daquelas imagens que não tem nada a ver. Mas puxadito até que dá! :P

5 Comments:

At 10:47 da tarde, Blogger Diana said...

Às vezes até que é bom ter uma boca pertinho :)

 
At 11:03 da tarde, Blogger Adriana said...

Depende das situações...

 
At 11:53 da tarde, Blogger Diana said...

Tou a ver só uma :)

 
At 1:01 da manhã, Blogger Adriana said...

Tás a ver exactamente aquela à qual eu não me referia, portanto.

 
At 1:48 da manhã, Blogger Diana said...

pois tou! A imagem tem tudo a ver: o caxorrinho tá a tapar o nariz ao outro... pra ele n cheirar o hálito... ou estará ele a tapar-lhe mas é a boca?

 

Enviar um comentário

<< Home