sexta-feira, março 03, 2006

A noite dos Óscares

Não sei bem porquê, mas acho que perdi a vontade de ter piada, ou no mínimo, de achar piada aquilo que escrevo, e tenho andado demasiado introspectiva. Preciso de me concentrar nos outros para ver se me esqueço de mim. Por esta razão tenho-me concentrado em procurar zonas de interesse que não correspondam a buscas interiores em que chego a conclusões brilhantes sobre porque faço isto ou porque sinto aquilo. Às vezes, ignorar as razões que fazem de mim eu própria é o melhor que tenho a fazer.

Posto isto, não é que estão aí os óscares?! É verdade, ainda há muito pouco tempo estive eu a fazer uma maratona para ver a entrega de uns prémios que no fundo valem pouco mais do que aquilo que valem, e são dos espectáculos mais fantásticos em que se farsa tudo quanto é possível farsar, e cá estou eu pronta para maratonar outra vez a noite do próximo domingo. Eu gosto dos óscares. No fundo gosto de confirmar que são aquilo que são, que nem quando tentam ser inovadores conseguem surpreender. Na maioria das vezes, chateiam bastante. Mas mesmo assim eu vejo, e fico sempre muito triste caso não possa ver. Eu gosto bastante, se bem que gosto muito mais quando vi grande parte dos filmes nomeados, o que não é o caso. No fundo, o apresentador é que costuma prender a maioria do meu interesse. Eu não o conheço, o Jon Stewart. Será que presta para alguma coisa?

3 Comments:

At 3:04 da manhã, Blogger A said...

presta :D
é tipo um eu (A) norte americano, mas com piada, mais bonito, apresentador de um talkshow também ele com piada e ... e pensando bem, somos bastante diferentes :(

 
At 11:59 da manhã, Blogger Capitao America said...

É demais.Os Oscares este ano vão valer apenas por ele.

 
At 10:00 da tarde, Blogger Diana said...

É Oscars.

 

Enviar um comentário

<< Home